segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Vida de colecionador X empreendedor

Eu comecei nesse mundo blythe apenas colecionando e admirando, não imaginava que fosse tornar minha paixão por bonecas a minha profissão.

Quando adotei a Valentina, por muito tempo tive uma extensa lista de outras blythes que desejava e depois de 1 ano e pouco, resolvi aumentar a família e adotei a Catarina. Ela acabou não ficando aqui em casa muito tempo, a necessidade de $ e a falta de identificação com ela motivaram coloca-la pra adoção e hoje ela continua morando aqui em Chapecó.

 Catarina e Valentina

Aí eu achava que sempre teria só uma blythe, a lista tinha diminuído (mas não acabado) e eu estava tranquila. Nesse tempo, investi em sapatos e roupas pra Valen. A PV estava indo bem, tudo certo.
Muita coisa nessa vida de colecionador é surto né? Um dia resolvi que precisava de uma Lati Yellow. PRECISAVA e ponto! Mas as pequeninhas são demoradas pra vir da fábrica e eu queria pra ontem. A solução foi adotar uma aqui no Brasil, que sairia mais cara que uma nova, mas a pressa é inimiga da economia e a Pippa veio pra casa. Adorei a posabilidade da bjd e vi nela uma oportunidade de levar a PV para um público diferente, que não tem blythe. Mas o surto foi passando, a dificuldade de bolar moldes tão pequenos e a pouca procura por peças da LY fizeram a Pippa ficar encostadinha na prateleira (que dó, que dó).
 Pippa - LY Cookie

Nesse meio tempo, resolvi diversificar ainda mais e adotei uma Pullip, a Faye. Mesma coisa que a LY: pouca procura pelas peças e ainda tinha o fato de que não me identifiquei com ela, era muito diferente de uma blythe. Foi embora.
Faye - Pullip

Depois de tanta confusão de adota/põe pra adoção, resolvi que meu negócio era blythe mesmo. Tanto o que eu mais gostava quanto o que mais tinha procura/saída na PV. Bora lá investir em blythes :D
A segmentação para a Pequena Valentina foi muito positiva, apesar de eu me sentir mau quando tenho que negar pedidos pra outras dolls.
Nessa parte da história que veio a Monalisa, até falei da vinda dela aqui no blog. E depois dela, a Olga, a Poli (que foi embora) e tem mais uma, super especial por vir. Cada blythe nova, tinha um estilo novo e consequentemente precisava de roupas diferentes. A Monalisa trouxe pra PV as saias de renda,  as bolsinhas e tudo de delicado e fofo.

 A Olga foi inspiração para 3 modelos de vestido novos, abriu uma cartela de cores diversificada e trouxe um toque infantil a mais. 

  A nova menina vem de encontro a um desejo antigo e um nicho de mercado: peças mais requintadas, sets elaborados e um estilo mais vintage. Com ela, nasce a PV Couture, uma linha para atender essas dolls e também pra vestir minha menina.



Quando ela "nascer", venho mostrar pra vocês, mas posso adiantar que ela será linda *mãe coruja/ansiosa*.

Deu pra perceber que aqui em casa, menina nova é inspiração né? ADORO!
Bom, dito tudo isso, gostaria de saber também, o que mais vocês querem ver na Pequena Valentina? Que estilo faz falta? O que você mais gosta?

Beijo grande
Mari

1 comentários:

Mony disse...

Querida Mari...sua loja é maravilhosa! Com este novo estilo que vem chegando com certeza vai ser muito muito mais perfeita! Parabéns!

Postar um comentário

 

Blog Template by YummyLolly.com